Sunday, 4 January 2009

Depoimento de um soldado

Ontem a noite começou a incursão terrestre do exército a Gaza. Hoje no trem li no jornalzinho que dão de graça no trem um depoimento de um soldado, e resolvi reproduzí-lo aqui:

Y, combatente de 19 anos
Hoje a noite informaram a mim e a meus amigos que nós vamos entrar. Já há duas semanas e meia estamos aqui, no território de reunião [das forças do exército] ao lado do cruzamento e esperamos. Houve dias frios, choveu, caíram muitos mísseis, e todo o tempo dizíamos um ao outro: "Vamos entrar logo e acabar com isso." Então agora estamos entrando. Verificamos nosso equipamento, preparamos tudo, estamos prontos e morrendo de vontade de entrar e fazer o que se tem que fazer. Sendo sincero? Estou morrendo de medo. Que vocês não pensem que não somos valentes, queremos entrar e sabemos que é o que devemos fazer. Mas também temos medo. Sabemos que do outro lado da cerca nos prepararam minas, cargas explosivas e mísseis anti-tanque. Temos certeza que eles farão de tudo para sequestrar um soldado. Mas além disso tudo, sabemos que esse é o nosso papel, liberar os cidadãos israelenses da ameaça dos mísseis. Não estou falando bonito, é para isso que tem o exército de Israel e para isso nos alistamos em uma unidade combatente. Só quero que vençamos aqui em Gaza, e que voltemos sãos e salvos para nossas mães.

Até agora um soldado israelense foi morto e um está gravemente ferido.

2 comments: